VEM PEDALAR
Segunda-feira, 25 de Outubro de 2010
serra de montemuro 3

castro daire.

 

mais uma vez, o torneio de abertura das provas de natação da associação de aveiro realizou-se em castro daire. no sábado, ao olhar para a serra imponente, o bichinho começou a morder, tipo o da madeira, lol, decidi no dia seguinte levar a bike (emprestada, a santa cruz continua parada) e fazer a 3ª incursão pela serra de montemuro.

 

passava das 9h quando saí da piscina de castro daire, sabia bem o que me esperava, nesta zona não há plano, tinha que aquecer a subir, uma subida longa  que passa dos 654 m de altitude para os 1205 m até ao parque eólico de montemuro. o tempo estava ameno com o sol aberto mas tímido, no topo dos montes viam-se nuvens escuras mesmo muito carregadas. até aos 900 m estava-se bem, mas o vento forte já se fazia sentir dificultando a progressão. a partir daí a nevoa foi-se acentuando de tal forma que não se via nada e ainda por cima frio e chuva miudinha, à semelhança do ano passado.

 

pensava eu que seguindo pelo estradão do parque eólico, iria chegar à aldeia da gralheira, o meu espanto foi grande quando me apareceu a última eólica e o caminho tambem terminava ali, retomei a estrada  e então percebi o porquê do fim das eólicas,  a partir dali desce para subir novamente até à aldeia da gralheira, esta zona é um sobe e desce constante.

 

a aldeia é muito bonita, típica, com as casas antigas em pedra, ruas estreitas com bosta no meio, muito bem arranjada com parque de merendas e um largo com bancos onde se encontra o pessoal para conviver, nada habitual um restaurante/ pizzaria numa aldeia interior.

 

a partir daqui segui um track que me levou para o meio da serra, em ascensão até aos 1354 m de altitude, as condições atmosfericas foram-se agravando e cheguei a ter receio que o gps falhásse ou algum caçador me confundisse com caça. finalmente desci até ás portas de montemuro, que ficaram para conhecer noutra investida, pois optei por não continuar e retornar por estrada.

 

a descida vertiginosa, em algumas zonas a rondar os 60 kms, fez esquecer os extenuantes vinte e tal kms de subida.

 

mais uma vez a serra de montemuro ficou por explorar mais pormenorizadamente, é uma zona dificil pela orografia e clima, e não é numa manhã que se consegue fazer uma grande volta, fisicamente muito exigente.

 

cheguei à piscina e já não vi a renata nadar a final de estilos e mariposa.

 

 

 

 

 

 



publicado por bttmais às 11:54
link do post | comentar | favorito

vem pedalar
só para quem gosta de música!!!!!
só para conhecedores
Novembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


mecânica
arquivos

Novembro 2011

Outubro 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

tags

todas as tags

mais sobre mim
links
Weather Forecast | Weather Maps | Weather Radar
tecnica mtb

Contador site